24 de maio de 2012

O outro

[muito bom]

Eu recomendo: O outro
Autor: Bernhard Schlink
Editora: Record

Sinopse:
A mulher de Bengt morreu de câncer, ele está lentamente tentando se adaptar, acabou se afastando dos filhos e tenta de alguma forma manter sua rotina e lidar com a perda. Certo dia ele recebe uma carta endereçada a sua mulher de um outro homem que fala com intimidade sobre um romance que eles viveram. Se sentindo traído e com ciúmes, mas tentando colocar as coisas no passado no passado, ele responde a carta avisando que a mulher que esse Outro conhecia havia morrido. O outro responde acreditando que quem havia lhe escrito foi sua amante, nisso Bengt começa a se envolver, procurar fotos, responder as cartas e sair em busca desse outro, tentando entender, conhecer a sua mulher que foi de outro.

Meu cantinho:
Eu fico extremamente encantada com a habilidade desse escritor, ele escreve de maneira simples, o livro é bem curto, mas apesar disso, ele tem uma profundidade inacreditável, assim como seu outro livro O Leitor. Ele não se perde em detalhes excessivos ou em descrições densas, mas não é um livro de maneira alguma superficial. Muito pelo contrário! Não se se isso ocorreu apenas comigo – creio que não porque eu sempre ouvi falar muito bem desse livro – mas ocorre com as pessoas uma identificação ou as vezes um entendimento muito grande que cria esse entrosamento com o livro e o leitor. Quem nunca perdeu alguém querido? Esse livro traz um pouco disso, do sentimento de perda, de não se saber o que fazer, de se afastar um pouco das outras pessoas, de tentar levar a vida de maneira normal, mas de repente a dura realidade volta e você se vê afundando em sofrimento por algo fora de seu controle. Quem nunca se perguntou sobre alguém que já se foi, dúvidas das mais banais, alguma curiosidade sobre a infância, ou o nome do seu livro preferido, qualquer coisa que você nunca soube e nunca mais terá a chance de saber. O sofrimento por conta disso, as dúvidas que ficam, será que a pessoa sabia disso, será que ela viu dessa forma, o que ela sentiu. Sentimentos tão reais que tenho certeza que quem já sofreu uma perda de alguma pessoa amada irá se identificar e perceber a veracidade nas atitudes desse personagem. O mesmo sobre quem já sofreu algum tipo de traição, seja amorosa ou não, você fica com tantas dúvidas na cabeça, o que eu fiz, porque aquela pessoa fez isso, como ela pode agir assim, alguma vez você deu qualquer motivo para ser traído, você começa a relembrar situações do passado: então enquanto eu fazia isso, essa me pessoa me dizia isso e na verdade estava agindo dessa forma. Você começa a duvidar do que é verdade, tudo parece ser falso, tudo parece mentira, você fica confuso com milhões de sentimentos aflorando em você, é uma mistura de raiva, ciúmes, decepção e muitas dúvidas. Acho que o personagem age de maneira muito condizente com a situação, com uma veracidade impar que o autor conseguiu reproduzir.
Alguns personagens me despertaram uma aversão muito grande, em primeiro lugar a filha, acho que por mais que seu pai pudesse ter ficado ausente durante determinados período por conta do trabalho, e por mais que ele tenha decidido se afastar após a morte da esposa e viver seu luto sozinho, ela não tinha o direito de critica-lo tão duramente por conta das suas escolhas e ser tão rude com ele. O outro personagem foi justamente O outro, sinto uma repulsa imensa dele, por conta do que ele fez, por conta do que ele é, pelo modo como ele mente, como tenta passar uma imagem de superioridade inadequada a ele. Acho que ele já não se encontra em uma posição favorável, por ter sido o amante, então creio que poucos leitores vão se afeiçoar a ele.
A única coisa que me deixou um pouco insatisfeita nesse livro foi o final, o modo como Bengt passa a pensar em relação a tudo, como se ele tentasse achar uma justificativa para as atitudes da mulher para finalmente viver em paz. Essa é minha única crítica ao livro, mas recomendo muito a leitura.

Volume único.

2 comentários:

  1. Que legal. Adorei o post.

    Beijinhos
    Dani

    (http://dannysfashion.blogspot.com.br/)
    @_DanniC_

    ResponderExcluir
  2. Ola! Tudo Bem! Me nome é Ulisses Sebrian
    e visitei o seu blog e gostei muito. Entrei como
    Seguidor se não se importa. Parabéns pelo seu blog
    e boa sorte.
    Sou autor de 9 romances disponíveis em meus blogs.
    Ah!Também tenho 4 blogs e gostaria que e o visitasse.
    E se possível entrar como seguidor. Obrigado
    Os meus blogs são:
    http://truquedevida.blogspot.com.br/
    http://olhosdnoite.blogspot.com.br/
    http://melquisarcarde.blogspot.com.br/
    http://concientein.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir