12 de abril de 2011

Irmandade da Adaga Negra - Amante Eterno

««««««
[ótimo]
Eu recomendo: Amante Eterno – Irmandade da Adaga Negra
Autora: J.R. Ward
Editora: Universo dos Livros

Irmandade da Adaga Negra:
Amante Eterno é o segundo livro da série, se você não leu o primeiro livro Amante Sombrio o texto a seguir pode conter spoilers.

Sinopse:
Rhage tem uma maldição, após ter irritado a Virgem Escriba ele foi condenado a carregar consigo a besta. Quando perde o controle ele se transforma em um terrível monstro, ele sempre tenta impedir a transformação, mas não consegue, sempre fica cansado e machucado. Para evitar que a besta fique cada vez mais forte Rhage procura sempre se cansar fisicamente, saindo para caçadas, malhando e fazendo sexo com muitas mulheres. Entretanto, quando Rhage encontra uma humana e se vincula, ele acaba envolvendo ela na guerra dos redutores. Tentando não deixá-la ainda mais aterrorizada, esconde a verdade sobre a besta, deixando nela a impressão de que Rhage é apenas um mulherengo incorrigível. Sofrendo de uma doença terminal Mary quer se afastar de Rhage para não alimentar qualquer esperança de que eles têm algum futuro e para não se machucar com as estranhas atitudes dele.

Meu cantinho:
Eu tinha achado o primeiro livro dessa série maravilhoso, e achava realmente que não haveria livro melhor que esse. Engano meu! Esse segundo livro é ainda melhor que o primeiro, coisa que achava impossível!
Você pensa que Rhage é um vampiro que não quer nada com nada, só pelo apelido dele Hollywood, percebemos que ele é bonitão, mas ao mesmo tempo o apelido passa a idéia de alguém vazio ou fútil. Todo o ar brincalhão que ele tem, somado as conquistas sexuais dele, deixa as pessoas com uma primeira impressão muito negativa dele. Toda essa impressão ruim passa quando Rhage encontra Mary, ele se encanta com ela no primeiro momento sem ao menos ter visto ela, apenas pela voz, e quando finalmente a vê não julga ela pela aparência debilitada pela doença, na verdade admira ela ainda mais por ter sofrido e lutado tanto nessa vida. Por mais que ela mostre resistência a estar com ele, Hollywood não liga, ele a ama e diz que mesmo que ela não sinta o mesmo, ele sente o suficiente pelos dois (fofo demais). Ele procura fazer de tudo para mantê-la em segurança e confortá-la diante de seus problemas. Muitas coisas atrapalham o relacionamento dos dois, o segredo sobre a besta que Rhage esconde, a gravidade da doença de Mary, o medo de amar demais, o medo de se machucar, a separação quase que certa, a dor. Elementos perfeitos que somados constroem uma linda história de amor com uma mistura de sobrenatural, mistérios e lutas sangrentas.
Quero ressaltar que nesse livro temos uma abertura para o próximo casal, Z e Bella. Eles terão uma vida atordoada, muita coisa ruim acontece nesse livro com Bella, no próximo livro descobrimos a história dos gêmeos e vemos o amor que Phury e Z alimentam pela mesma mulher.

Continuação:
O terceiro livro da série é o meu favorito: Amante Desperto. Em breve escrevo sobre ele.

Um comentário: